Em breve o Galaxy S8 e o S8+ estarão no mercado e nas mãos dos consumidores, enquanto as primeiras análises não saem, o que podemos concluir é que os celulares são muito bonitos. Também já é possível ter uma estimativa do que ele representa em termos de bateria.

O site PhoneArena teve a oportunidade de fazer um teste de bateria com o Galaxy S8+ e os resultados são animadores. Mesmo mantendo o tamanho da bateria do S7 Edge, o novo modelo consegue superar o antecessor em tempo de uso.

A versão utilizada no teste trazia o processador Exynos 8895 em vez do Snapdragon 835 (a versão com o chip da Qualcomm deve ser restrita aos Estados Unidos), com a tela de 6,2 polegadas. O teste colocou a tela com brilho de 200 nits e resolução do painel de 2200×1080.

Vale notar que a família Galaxy S8 tem resolução máxima de 2960×1440, mas os aparelhos não vêm configurados assim; o usuário precisa acessar as opções para ativar o modo, que acaba consumindo muito mais energia.

No final das contas o teste de bateria do site alcançou um bom resultado de 8 horas, suficiente para vencer o S7 Edge, que chegou a 7 horas e 18 minutos. O S8+ também bate outros grandes celulares Android como o Pixel XL e o OnePlus 3T, mas não chega a alcançar o iPhone 7 Plus.

A resolução de tela menor permite consumir muito menos energia, e o processador de 10 nm também é muito mais eficiente em consumo de bateria do que o processo de 14 nm encontrado no celular do ano passado.